• facebook
  • twitter
  • youtube
  • yelp

Call Us Today: (323) 931-9953

Dealing With Praise And Negativity/ Lidando com os Elogios e a Negatividade

balance

A few weeks back we talked about getting out of our comfort zones, taking chances, and trying new things. If you’re putting this into practice then odds are this is leading to some positive new developments in life. Maybe you’re happier than usual, maybe you’re losing the weight that you’ve been wanting to shed, maybe your Jiu Jitsu is getting better. Whatever it is, when changes occur people start to notice. Some will have praise for you while some will grow jealous and throw negativity at you. Today I want to discuss dealing with both of these reactions and talk about throwing on the blinders and plowing ahead. You maybe thinking why would we need to talk about dealing with both positive and negative reactions? What is wrong with positive praise towards your progress? While there is nothing wrong with the person expressing this praise we do need to understand how it has the potential to stunt our progress.

Years ago my Great Grandmother gave me a book, like she often does when we get together, called the Four Agreements. It is a book of Toltec wisdom and a guide to living a free and happy life which gives a list of four rules to follow: be impeccable with your word, don’t take anything personally, don’t make assumptions, and always do your best. Today we will focus on “don’t take anything personally.” The book explains that, “nothing others do is because of you. What others say and do is a projection of their own reality. When you are immune to the opinions and actions of others you wont be the victim of needless suffering.” It goes on to explain how this applies to both praise and negativity because both of them come as a result of how our actions and attitude made that person feel.

Now, if we take the idea that others react to us based on the projection of their reality then that means that praise is simply someone expressing their own personal positive jolt they felt as a result of our actions or attitudes. Lets use BJJ as an example. Say you’ve been working a lot on setting up and finishing the baseball bat choke, and you get it while rolling with a friend. The friend taps and then tells you how great of a set up and choke it was, and then he starts telling other people, “hey watch out for this guys baseball bat choke.” Does that mean you are the master of the choke and that you no longer need to work on that? Absolutely not, but there in lies the danger of letting praise get to your head.

If you buy into what your friend is saying then you could lose the discipline in training that lead to this praise, but if you can take a step back and understand that your friend is just expressing their projection of you in their own perception of reality then you’re ahead of the game. Now, I in no way mean that you can’t be appreciative of the praise. After all you worked hard to be able to get to the point where your actions caused someone to perceive you in this way, but be carful that you don’t let it take away from your progress. Just accept the compliment and continue to work hard.

On the flip side there will always be people that will see progress in others and meet it with negative emotions. In 2016 we like to refer these people as “haters” and the world is full of them. Some people just cant be happy for others or just need to be upset about something, but again it is important to remember what The Four Agreements says about not taking anything personal. Remember, “what others say or do is a projection of their own reality.”

Lets use weight loss as an example this time. Lets say you’ve been putting a lot of work into sliming down. You’ve been watching your diet, working out, you’ve lost 20 lbs. as a result, and your attitude has changed into a more energetic and positive one. All of these are great things, but as they say, haters gonna hate. Since your weight loss a person at the office notices and begins to feel inadequate and maybe threatened by this change, so they start talking trash to some other co-workers. They say things like that you think you’re all high and mighty now, and that you’ll put the weight back on in a month.

This all gets back to you somehow, and at this point you can react one of three ways. You can react with anger and confront the person, maybe even threaten them depending on what neighborhood you’re from. You could also take these things to heart and give up on your new lifestyle because of what that person said, but neither of these is the right approach and by now we know this. We’ve seen that others are going to project what they want on us based on how our actions make them feel about themselves, so we know that what this person said is simply a reaction to the way your progress made them feel about themselves. With this in mind it makes it easy for us to react the third way, which is no reaction. You know that nothing that person said has any factual base in reality – your reality anyway – so you pay them no mind and you keep doing you.

I hope by now I’ve shown the importance of not taking the opinion of others to heart. Of course appreciate praise and thank those giving it to you, but don’t let it get to your head or knock you off course. On the flip side of that don’t let negativity bother you. Yes you should consider criticism and reflect on what you could do better, but don’t let negativity prevent you from bettering yourself. Always listen to and consider the opinion of others, but know that at the end of the day what is important is how you feel about yourself and the work you are putting in.

Written by Zach Smith

 

 

balance

Algumas semanas atrás nós falamos sobre sair da nossa zona de conforto, arriscar, e tentar coisas novas. Se você está colocando isso em prática, em seguida, as probabilidades são Isso está levando a alguns novos desenvolvimentos positivos na vida. Talvez você seja mais feliz do que o habitual, talvez você está perdendo o peso que você estáva querendo, talvez o seu Jiu Jitsu está ficando melhor. Seja o que for, quando mudanças ocorrem as pessoas começam a notar. Alguns terão elogios para você, enquanto alguns vão crescer com ciúmes e jogá-negatividade em você. Hoje eu quero discutir lidar com ambas as reações e falar sobre jogando sobre os antolhos e ir adiante. Você talvez esteja pensando por que precisamos falar sobre como lidar com ambas as reações positivas e negativas? O que há de errado com louvor positivo no sentido de seu progresso? Embora não haja nada de errado com a pessoa expressar esse elogio nós precisamos entender como ele tem o potencial para stunt o nosso progresso.

 

Anos atrás minha bisavó me deu um livro, como muitas vezes ela faz quando estamos juntos, chamava “os quatro acordos”. É um livro de sabedoria toltecas e um guia para viver uma vida livre e feliz que dá uma lista de quatro regras a seguir: ser impecável com sua palavra, não tome nada pessoalmente, não faça suposições, e sempre fazer o seu melhor. Hoje vamos nos concentrar em “não tomar pessoalmente qualquer coisa.” O livro explica que, “nada que os outros fazem é por causa de você. O que os outros dizem e fazem é uma projeção de sua própria realidade. Quando você está imune às opiniões e ações dos outros que você não vai ser vítima de sofrimentos desnecessários. “Ele passa a explicar como isso se aplica tanto positivamente e negatividade porque ambos vêm como um resultado de como nossas ações e atitude faz com que a pessoa va se sentir.

 

Agora, se tomarmos a idéia de que os outros reagem a nós com base na projeção de sua realidade, então isso significa que o positive é simplesmente alguém que expressasse sua positividade pessoal sentiram como resultado de nossas ações ou atitudes. Vamos usar o jiu jitsu como um exemplo. Digamos que você tem trabalhado muito sobre como configurar e terminar o estrangulamento do beisebol, e você obtêve o estrangulamento ao rolar com um amigo. O amigo bate e depois diz-lhe que o estrangulamento foi muito bem aplicado e em seguida, ele começa dizendo a outras pessoas “, Fique de olho nesse cara com o estrangulamento do beisebol.” Isso significa que você é o mestre do estrangulamento e que você não precisa mais trabalhar nisso? Absolutamente não, mas lá reside o perigo de deixar os elogios chegar a sua cabeça.

 

Se você comprar o que seu amigo está dizendo, então você poderia perder a disciplina no treinamento que levam a este elogio, mas se você pode dar um passo para trás e perceber que seu amigo está apenas expressando sua projeção de você na sua própria percepção da realidade, em seguida, você está à frente do jogo. Agora, de modo algum isso significa que você não pode ficar agradecidos com o elogio. Depois de tudo o que você trabalhou duro para ser capaz de chegar ao ponto em que suas ações causaram alguém para percebê-lo desta maneira, mas seja cuidadoso e não deixe que ele tire de seu progresso. Basta aceitar o elogio e continuar a trabalhar duro.

 

Por outro lado, sempre haverá pessoas que vão ver o progresso nos outros e atendê-la com as emoções negativas. Em 2016 nós gostamos de referir-se a essas pessoas como “inimigos” e o mundo está cheio deles. Algumas pessoas simplesmente não pode ser feliz para os outros ou só precisa estar chateado com alguma coisa, mas, novamente, é importante lembrar que os quatro acordos diz sobre não ter nada pessoal. Lembre-se, “o que os outros dizem ou fazem é uma projeção de sua própria realidade.”

 

Permite usar a perda de peso como um exemplo desta vez. Vamos dizer que você está colocando um monte de trabalho para perder peso. Você comea a cuidar da sua dieta, malhar, você perdeu 20 libras. como resultado, e sua atitude mudou para um caminho mais enérgico e positivo. Todos estes são grandes coisas, mas como se costuma dizer, inimigos que vão odiar. Desde a sua perda de peso uma pessoa do escritório ira notar e começara a sentir-se inadequado e talvez ameaçado por esta mudança, então eles começam a falar mal para alguns outros colegas de trabalho. Eles dizem coisas como que você acha que está tudo alto e poderoso agora, e que você vai colocar o peso de volta em um mês.

 

Isso tudo volta a você de alguma forma, e neste ponto você pode reagir de três maneiras. Você pode reagir com raiva e confrontar a pessoa, talvez até mesmo ameaçá-los, dependendo de que bairro você é. Você também pode guardar essas coisas no coração e desista do seu novo estilo de vida por causa do que essa pessoa disse, mas nenhuma delas é a abordagem certa e agora sabemos disso. Nós vimos que os outros estão indo para projetar o que eles querem de nós com base em como nossas ações vao fazê-los sentir sobre si mesmos, por isso sabemos que o que esta pessoa disse é simplesmente uma reação à forma como o seu progresso fez sentir sobre si mesmos. Com isto em mente, torna-se mais fácil para nós reagirmos de uma terceira que e não ter nenhuma reação. Você sabe que nada que a pessoa disse tem qualquer fundamento na sua realidade – a sua realidade de qualquer maneira.

 

Espero que agora eu tenha mostrado a importância de não tomar a opinião dos outros a sério. Claro apreciar os elogios e agradece aqueles dado a você, mas não deixe ele chegar a sua cabeça ou tira-lo fora do curso. No outro lado não deixe que a negatividade venha te incomoda. Sim, você deve considerar as críticas e refletir sobre o que você pode fazer melhor, mas não deixe a negatividade impedi-lo de melhorar a si mesmo. Sempre ouvir e considerar as opnioes dos outros, mas sei que no final do dia o que é importante é como você se sente sobre si mesmo e do trabalho que você está colocando.

 

Escrito por Zach Smith